abn

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

DEPIR: SESSÃO ESPECIAL NA CÂMARA DE VEREADORES PROMOVE PALESTRA DO PROMOTOR FAUSTO VALOIS SOBRE INTOLERÂNCIA RELIGIOSA



Na noite da quarta-feira (22), a Secretaria Municipal da Assistência Social, por meio do DEPIR – Departamento de Promoção da Igualdade Racial, realizou sessão especial na Câmara de Vereadores de Barra dos Coqueiros, com a palestra do Promotor de Justiça Luís Fausto Dias Valois Santos, representante do COPIER – Coordenadoria de Promoção da Igualdade Étnico-Racial, do Ministério Público do Estado de Sergipe, evento alusivo ao mês da Consciência Negra, sobre “Direitos das religiões Afro-brasileiras”.

Durante todo o mês, a diretora do DEPIR, Aline Regina da Conceição, alusiva ao Dia 20 de novembro e a todo o mês da Consciência Negra, realizou o “Ciclo de Palestras. Cine Afro. Promovendo Igualdade.” Sempre, em parceria com as escolas, promovendo a reflexão da temática nas diversas escolas.

Na sessão na Câmara, marcaram presença as comunidades religiosas de os membros de nações diversas, reunidos pela construção de políticas afirmativas, no combate à a intolerância Religiosa na Barra dos Coqueiros, autoridades executivas municipais e representantes dos movimentos do estado. “Quero agradecer ao prefeito Airton Martins, à Secretária da Assistência Social, Eliana Martins, por apoiar as ações realizadas pelo Departamento de Promoção da Igualdade Racial, à Secretaria de Comunicação, às comunidades de terreiros, que participaram da sessão, vereadores, e à sociedade civil”.
Fonte: https://www.facebook.com/431712500241076/photos/pcb.1509249765820672/1509249129154069/?type=3&theater
 

Saúde sexual de mulheres com fibromialgia é importante na qualidade de vida

De acordo com o estudo “Perceptions about the sexuality of women with fibromyalgia syndrome: a phenomenological study,” publicado no Journal of Advanced Nursing, a fibromialgia pode ser um obstáculo significativo para a saúde sexual entre as mulheres afetadas, e enfatizou que a falta de compreensão dos parceiros contribui para relações sexuais precárias.

A dor ou a rigidez relacionada aos atos sexuais também tendem a dar origem a uma espiral descendente de preocupações e medos relacionados à sexualidade, o que agrava ainda mais o problema, reduzindo o desejo e o prazer do sexo.

A equipe de pesquisa da Universidade de Almeria, na Espanha, usou uma abordagem qualitativa para estudar a sexualidade entre mulheres com fibromialgia. Um “focus group” e entrevistas semiestruturadas foram realizadas com 13 mulheres com fibromialgia, onde diversos aspectos da saúde sexual foram abordados.

Não surpreendentemente, a dor e a rigidez foram fatores que desempenharam papéis importantes na interferência com as atividades sexuais, informaram as mulheres. As mulheres também relataram que o sexo e até mesmo as preliminares provocaram lesões na pele e contusões. A dor pode ser sentida antes, durante e após o sexo, e às vezes impediu as mulheres de futuras atividades sexuais.

A resposta anormal da dor na fibromialgia, em que um toque leve pode produzir dor intensa, nem sempre é entendida pelos parceiros, complicando as relações sexuais. E a rigidez após a relação sexual pode ser tão grave que impede as mulheres de urinar, o estudo mostrou.

Alguns medicamentos também pioram a situação aumentando a secura vaginal ou reduzindo o desejo sexual. Mulheres com mais de 45 anos podem, no entanto, também experimentar esses sintomas devido à sua doença, uma vez que a fibromialgia está ligada a uma menopausa precoce.

As mulheres participantes também mencionaram mudanças corporais e uma autoimagem negativa como fatores que contribuem para uma saúde sexual ruim.

O estudo mostrou que a maioria das mulheres pensava em sexualidade como parte de uma estratégia de enfrentamento. As mulheres tentavam levar uma vida tão normal quanto possível, inclusive em relação à sua sexualidade. No oposto do espectro, havia mulheres que perderam todo interesse pelo sexo.

Mas a importância do sexo não era constante. As mulheres declararam que experimentavam períodos de crise quando sentiam desejos particularmente baixos. Durante esses períodos, caracterizados por mais dor e depressão, não queriam manter relações sexuais. Fatores esses que muitas vezes levavam a relações tensas.

Algumas das mulheres relataram que viam o sexo como uma parte crucial para manter uma relação, e estavam empenhadas ter relações sexuais para agradar seus parceiros. De acordo com o estudo, isso pode não ter o efeito pretendido. A percepção pelos parceiros da falta de prazer, levando a um sentimento de culpa e frustração, pode prejudicar os relacionamentos.

Mas, apesar das dificuldades, muitas mulheres procuravam ativamente opções para melhorar a situação. Algumas se concentraram mais em preliminares para permitirem-se relaxar, enquanto outras buscavam encontrar posições sexuais que não levassem à dor, e outras falaram do exercício físico como forma de melhorar sua vida sexual.

A falta de compreensão foi mencionada em vários pontos do estudo e, portanto, um foco na comunicação também pode aliviar os problemas, sugeriram os pesquisadores. Embora os pesquisadores tenham abordado várias limitações do estudo, eles ressaltaram que muito pode ser feito para melhorar a saúde sexual entre as mulheres com fibromialgia, incluindo o aconselhamento em técnicas de relaxamento e programas de exercícios.

Os autores escreveram que: "Apesar das limitações, a sexualidade é importante para a identidade e a qualidade de vida das mulheres com fibromialgia. Juntamente com a sintomatologia física, a culpa, o medo e a falta de entendimento comprometem o processo de enfrentamento. As mulheres precisam do apoio de seus parceiros, do ambiente sócio familiar e dos profissionais de saúde ".

A equipe sugeriu que mais pesquisas são necessárias para entender a saúde sexual, bem como maneiras de melhorá-la, entre esses pacientes.


Fonte: Matarín Jiménez TM, Fernández-Sola C e cols. Perceptions about the sexuality of women with fibromyalgia syndrome: a phenomenological study.

"Tinha a festa e tinha que ir".Valeu amigo", diz ladrão em bilhete após roubar moto

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Depois de roubar uma motocicleta em Ibiapina, no Ceará, e se arrepender do crime, um ladrão deixou um bilhete de desculpas inusitado para o dono do veículo quando abandonou o automóvel. “Me ‘disculpe’ por ter pego sua moto. É porque tinha a festa e eu tinha que ir. Valeu, amigo”, dizia a mensagem.

“O assalto ocorreu no sábado [18], três dias antes de a gente encontrar. A vítima nos relatou o caso e encontramos a moto pouco depois que ele nos comunicou”, afirmou, em entrevista ao G1, o sargento da Polícia Militar Quirino, acrescentando que a vítima teve uma arma apontada para a cabeça. Até a tarde desta quarta-feira (22), ninguém foi preso.
Fonte:  http://tabocasnoticias.blogspot.com.br

Novo texto da reforma mantém idade mínima para homens e mulheres

Encontro na noite desta quarta-feira (22) reuniu governadores e parlamentares da base aliada do governo


O deputado Arthur Maia (PPS-BA), relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que trata da reforma da Previdência, apresentou nesta noite novo texto para viabilizar a aprovação das mudanças, durante jantar no Palácio da Alvorada. O encontro reuniu o presidente da República, Michel Temer; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); os ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira; governadores e parlamentares da base aliada do governo.

Entre os principais pontos do novo texto, estão a fixação de idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e 62 para mulheres, sendo que professores e policiais ficam com exigência de 60 anos e 55 anos, respectivamente, sem distinção de gênero. Os trabalhadores rurais foram retirados da reforma e mantêm as condições atuais de aposentadoria, enquanto o valor do Benefício de Prestação Continuada (BPC) foi mantido em um salário mínimo. A unicidade de tratamento entre trabalhadores públicos e privados foi mantida como no texto original.

O presidente Michel Temer falar em jantar com deputados da base aliada para apresentar o novo texto da reforma da Previdência.Foto: Marcos Corrêa/PR

O tempo de contribuição mínima para aposentadoria no Regime Geral da Previdência Social (RGPS), dos trabalhadores privados, no entanto, foi diminuído para 15 anos, enquanto o do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), dos servidores públicos, permaneceu em 25 anos. Com 15 anos no RGPS, o trabalhador se aposenta com 60% da renda média de contribuição. No RPPS, a partir do mínimo de 25 anos de contribuição, o servidor começa com 70%. O tempo para se aposentar com 100% da renda média de contribuição ficou em 40 anos.

Segundo o relator, o novo texto simplifica a PEC ao enxugar o escopo da proposta para, dessa forma, viabilizar a aprovação da medida. A previsão de Maia é que a proposta seja votada no plenário da Câmara dos Deputados na primeira semana de dezembro. Para ser aprovada na Casa, a medida deve ser aprovada por, pelo menos, 308 dos 513 deputados em dois turnos de votações.

Trabalhador rural

O novo texto da PEC mantém os atuais benefícios aos trabalhadores rurais. Dessa forma, os homens continuarão se aposentando aos 60 anos de idade e as mulheres aos 55 anos, com 15 anos de contribuição. O percentual de contribuição também permanece sobre a comercialização de sua produção. “Nós resolvemos tirar tudo o que diz respeito ao trabalhador rural e deixar como é hoje”, disse Maia.

“O trabalhador rural é um trabalhador extremamente castigado pela sua própria vida. Ele mora em uma pequena propriedade, não tem uma renda fixa ao final do mês, reside ali com a sua família e não tem dia de descanso, sábado, domingo, porque todos os dias ele tem que exercitar aquelas tarefas da sua atividade. Muitas vezes, ao longo da vida, ele não tem direito a ter férias, e nós julgamos que é razoável, dentro desse espírito da reforma, de preservar e garantir aqueles que têm menos, as pessoas mais pobres”, afirmou o relator.

Outro ponto polêmico também retirado do texto foram as alterações que diziam respeito à redução do valor de um salário mínimo mensal pago a idosos sem aposentadoria e a deficientes com baixa renda, o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A proposta apresentada por Maia mantém o valor aos beneficiários que comprovarem não possuir meios de prover à própria manutenção ou de tê-la provida por sua família.

Tempo de Contribuição

O tempo de mínimo contribuição para aposentadoria no Regime Geral de Previdência Social foi diminuído de 25 para 15 anos. Já o tempo mínimo de contribuição para aposentadoria de servidores públicos permaneceu em 25 anos.

“A grande crítica que a oposição fez ao projeto foi a mudança no tempo de contribuição, que atualmente é de 15 anos para 25 anos. Realmente, há uma razoabilidade na alegação de que muitas pessoas, as pessoas mais pobres, sem emprego fixo, não conseguem contribuir por mais de 15 anos, e tanto é assim que os mais pobres já se aposentam com 65 anos. Quem se aposenta com menos são aqueles que têm salário fixo, alto, e normalmente no serviço público e, portanto, conseguem ter condições de contribuir por mais tempo”, avaliou.

Transição

O texto estabelece uma transição de acordo com o regime de aposentadoria e o tempo de serviço. No regime geral, quem contribuir pelo período mínimo de 15 anos, receberá 60% da aposentadoria. No caso de servidores, quem completar 25 anos de contribuição terá 70% do benefício. A cada período de cinco anos a mais de trabalho, o percentual do valor de aposentadoria aumenta. Para assegurar o valor integral da aposentadoria, o trabalhador deverá contribuir por 40 anos.

O texto prevê critérios diferenciados para professores, que poderão se aposentam a partir dos 60 anos, policiais e categorias que apresentam condições prejudiciais à saúde aos 55 anos. Nestes casos a idade mínima é a mesma tanto para homens quanto para mulheres.

Segundo Maia, o texto propõe o nivelamento dos salários de aposentadorias entre os trabalhadores brasileiros. Atualmente, servidores públicos podem se aposentar recebendo o teto remuneratório do serviço público federal de R$ 33,7 mil, o correspondente ao salário de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Já os trabalhadores vinculados ao Regime Geral de Previdência Social recebem até R$ 5.531,31 mensalmente,

“Não é razoável, não é justo, não tem nada que possa colocar isso com razoabilidade. Eu que sou deputado não posso me aposentar recebendo R$ 33 mil por mês (...) e quem não é servidor público só pode ganhar R$ 5.531 reais. Não consigo enxergar na nossa sociedade, no nosso ordenamento nada mais injusto e desigual”, disse Maia.


Economia de 60%

Mais cedo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que os ajustes na reforma da Previdência permitirão uma economia aos cofres públicos de 60% do que era previsto na proposta original do governo. Conforme o ministro, o montante a ser economizado em dez anos seria R$ 780 bilhões.

Henrique Meirelles afirmou que o debate em torno da reforma da Previdência não pode mais ser adiado. "Caso a reforma previdenciária não seja aprovada, em dez anos, 80% do Orçamento da União serão ocupado apenas com o pagamento da Previdência. E esse percentual vai seguir subindo nos anos seguintes, até que não haverá mais recursos para segurança, educação, saúde", destacou Meirelles
Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br

Vereadora solicita instalação de redutor de velocidade para o Conjunto Maria do Carmo em Propriá.

Dilma da Colônia, esteve na Rua H1 do Conjunto Maria do Carmo, com o Superintendente da SMTT de Propriá.

A vereadora Dilma da Colônia e o Superintendente da SMTT de Propriá, Luis Cláudio, na visita técnica na Rua H1.


A Propositura aprovada na Câmara Municipal de Propriá, da autoria da vereadora Dilma da Colônia, pede que seja instalado redutores de velocidade ou então lombadas na rua H1, do Conjunto Maria do Carmo.

Durante o dia de ontem, quarta-feira 22,  a vereadora junto com o Superintendente da SMTT, Luis Claudio, esteve no local onde posteriormente será instalado o redutor de velocidade e salientou que a rua é muito movimentada e a pedido dos moradores ela fez a solicitação. “Nessa rua temos um movimento muito grande de veículos, mas também  de crianças brincando e de pessoas que constantemente passam no local . Conversando com os moradores eles se mostraram muito preocupados com a situação, principalmente com as crianças", explicou a vereadora.

Dilma da Colônia,  frisou que é muito importante a instalação de redutores de velocidade para que os motoristas tenham consciência de não andarem muito rápido nessa via ou em qualquer outra via da cidade. “Espero que a SMTT, através do Superintendente e sua equipe, viabilize  essa demanda  e instale uma lombada ou então um redutor de velocidade no local, isso com certeza trará mais segurança para todos, portando tenho a certeza que depois da visita técnica com o responsável da SMTT, a solicitação será atendida  ”, finalizou a vereadora.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Municipalistas pedem aprovação de projeto que prevê gestão de resíduos sólidos justa e sustentável


Com a expiração dos prazos da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) em agosto de 2012 para os planos de resíduos e em agosto de 2014 para a disposição final ambientalmente adequada de rejeitos em aterros sanitários, os Municípios brasileiros vêm sendo penalizados com multas de até R$ 50 milhões. Os gestores também respondem criminalmente por improbidade administrativa, ação civil pública e crime ambiental, de acordo com a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/1998). O movimento municipalista denuncia que os Municípios estão desassistidos para execução desta política, que impõe obrigações distantes da realidade financeira das administrações locais.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) vem buscando maneiras de que a política de gestão de resíduos seja implementada sem a única responsabilização do Ente Municipal. Assim, presta total apoio e trabalha para a rápida tramitação, com consequente aprovação, do Projeto de Lei 2.289/2015. A matéria já foi aprovada no Senado e, agora, aguarda criação de uma comissão temporária para sua análise na Câmara dos Deputados, antes de seguir para a deliberação do plenário.

A entidade lembra que foi o próprio Ministério do Meio Ambiente quem elaborou o texto do projeto, com objetivo de prorrogar os prazos da PNRS de maneira escalonada, com prazos mais longos para Municípios de menor porte. A Confederação também chama a atenção para a preocupação ambientalista que está no cerne desta proposição, uma vez que considera que a prorrogação escalonada dos maiores aos menores é mais justa e minimiza os impactos ambientais.

É fundamental ressaltar que os Municípios de pequeno porte, que teriam os prazos mais alongados, são maioria no país e são os que mais sofrem para conseguir cumprir com a política. Eles possuem mais e maiores dificuldades técnicas e financeiras, apesar de causarem os menores impactos ao meio ambiente.

DEPRESSÃO INFANTIL


Por Paiva Netto

Levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) demonstra que, em todo o planeta, 20% das crianças e dos adolescentes apresentam sintomas de depressão, como irritabilidade ou apatia e desânimo. Os dados referentes ao Brasil sugerem que esse tipo de distúrbio se faz presente entre 8% e 12% da população infantojuvenil.
É um número preocupante. Saber lidar com essa problemática, que jamais esteve restrita a adultos e idosos, é providência urgente para pais e educadores.
O programa Educação em Debate, da Boa Vontade TV (Oi TV — Canal 212 — e Net Brasil/Claro TV — Canal 196), que discute os principais assuntos da educação pela ótica da Espiritualidade Ecumênica, entrevistou o dr. Gustavo Lima, psiquiatra da Infância e da Adolescência, que nos aponta algumas causas da depressão nas fases iniciais da vida e como notá-las: “Primeira coisa — uma investigação clínica pormenorizada. Segunda coisa — é muito importante lembrar que os transtornos afetivos na infância e na adolescência são de causa multifatorial, ou seja, diversos fatores podem causar a depressão: genéticos, ambientais, entre outros. Entretanto, na nossa prática clínica, o que aumenta muito a chance de uma criança ficar deprimida são os ambientes familiar e escolar desfavoráveis”.

Diferença comportamental

O que dificulta, de certa maneira, pais e educadores perceberem que o filho ou o educando está deprimido é o comportamento dessa patologia entre as faixas etárias: “Diferentemente dos adultos, as crianças não ficam deprimidas o tempo inteiro. Às vezes, os pais deixam de levar o filho para uma avaliação porque em algum momento do dia ele se divertiu. E isso não significa que não esteja deprimido”, esclareceu o especialista.

E alertou ainda: “É preciso, também, muito cuidado com os sintomas de ideação de morte, quando vêm à mente ideias suicidas. Quando você está diante de uma criança deprimida com esses sintomas, é muito importante uma avaliação médica e um tratamento com psicólogo. Em alguns casos, dependendo da gravidade, recorrer a tratamento farmacológico”.

Prevenção

Para o dr. Gustavo Lima — que é membro do Programa de Atendimento a Transtornos Afetivos do Serviço de Psiquiatria da Infância e Adolescência, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP —, existem algumas atitudes que podem ajudar a prevenir a depressão nas crianças: “Além de um acompanhamento pediátrico, cuidar das horas de sono e da alimentação, um ambiente familiar estruturado é fundamental. Outra coisa importante é uma escola que favoreça o desenvolvimento da criança, que consiga identificar as reais potencialidades dela. Então, saúde, bem-estar, ambientes familiar e escolar favoráveis, prestar atenção também em questões genéticas contribuem, e muito, para se prevenir a depressão infantil”.

Atentemos, pois, às elucidativas recomendações do dr. Gustavo Lima. E não descuidemos de proporcionar aos pequenos e aos jovens um espaço sadio, enriquecido por uma Espiritualidade Ecumênica orientada pelos melhores princípios éticos. Desde cedo, devemos ter consciência de que a prece, a meditação, a confiança em Deus ou nas forças da Natureza são eficientes recursos ao equilíbrio bio-psíquico-espiritual.
José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.

App apresenta vagas de trabalho de acordo com perfil do usuário

Aplicativo do site Sine é mais um opção para quem está na busca por emprego ou estágio

A busca por vagas de emprego e estágio tem mais um aliado: o aplicativo do site de trabalhos Sine. Para utilizá-lo, o usuário precisa apenas fornecer o e-mail e a data de nascimento. Porém, se preencher um cadastro, pode receber alertas de vagas específicas.
Uma vez no aplicativo, a utilização é simples. No campo "Pesquisar" você encontra opções de trabalho na sua cidade. Ao se interessar por determinada vaga, basta clicar sobre ela para obter mais informações. Na opção "Compartilhar" é possível enviar a vaga para amigos via WhatsApp ou email.

+ Conheça o aplicativo que ajuda a poupar bateria do celular Android

Outra possibilidade é cadastrar seu currículo para começar a receber alertas no celular quando houver opções de trabalho adequadas a seu perfil.

Fonte:  http://www.noticiasaominuto.com.br

MEIO AMBIENTE: DIA DO RIO SERÁ COMEMORADO COM PASSEIO CICLÍSTICO EM BARRA DOS COQUEIROS



A Prefeitura de Barra dos Coqueiros, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, realizará um grande passeio ciclístico para comemorar o Dia do Rio, na sexta-feira (24). 

A cidade de Barra dos Coqueiros, margeada pelas águas doces e serenas do Rio Sergipe, será tomada pelos estudantes e demais participantes em bicicletas. 

“Convidamos todos os estudantes do município das escolas públicas e particulares e já está confirmada a participação de 200 estudantes das escolas públicas”, informou a secretária do Meio Ambiente, Amélia Silva.
O passeio ciclístico leva o tema “Poluindo os nossos Rios, mancham as nossas esperanças. Vamos Cuidar! Os Rios merecem o seu respeito!” 
A concentração acontecerá às 07h da manhã, em frente ao estádio de Futebol João Cruz, localizado na entrada da cidade, com destino ao Rio Sergipe.
Fonte:  https://www.facebook.com/431712500241076/photos/a.437329419679384.1073741831.431712500241076/1507402846005364/?type=3&theater

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Emendas via FPM podem garantir mais 9 Bilhões à Prefeituras


Os repasses de recursos federais aos Municípios, segundo explicação da Secretária do Tesouro Nacional (STN), são efetuados por meio de transferências constitucionais, legais ou voluntárias. Dentro desse contexto, o movimento municipalista reivindica a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 61/2015, que trata da transferência de emendas para as Prefeituras. A matéria representa, pelo menos, mais R$ 9 bilhões para os governos locais.

Uma das pautas prioritárias da Campanha Não deixem os Municípios Afundarem, o texto da PEC possibilita emendas individuais ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) da União para repasse de recursos diretamente aos Fundos de Participação dos Estados e dos Municípios (FPE e FPM). De acordo com a Confederação Nacional de Municípios (CNM), além de promover melhor distribuição de recursos, a PEC também diminuiu a burocracia e simplifica a relação entre os Entes federados. 

Conforme explica o presidente da Confederação, Paulo Ziulkoski, na elaboração da peça orçamentária, cada um dos 513 deputados e 81 senadores podem sugerir a alocação de emendas de até R$ 15 milhões cada. Mas a liberação dos recursos depende do Executivo. Ele sinaliza que apenas 12% das emendas impositivas, que são de execução obrigatória, foram pagas até setembro deste ano. 


Veja mais AQUI.

EQUIPE DA OUVIDORIA-GERAL REALIZARÁ O CADASTRAMENTO NA ÁREA DO RECANTO DOS CAJUEIROS I E II

A Prefeitura de Barra dos Coqueiros, por meio da Ouvidoria-Geral do Município, informa que a data definida para a realização do cadastramento na área do Recanto dos Cajueiros I e II, localizada no Povoado Jatobá, Rodovia SE-100, entre o Trevo do Porto e a Curva da Eólica, terá início no dia 22 de novembro, quarta-feira, às 7h30 da manhã.
A diligência atenderá a uma solicitação do Ministério Público Federal, o qual disponibilizará o acompanhamento da Polícia Federal para a equipe da Barra dos Coqueiros, que realizará o cadastramento.
O encontro será no Centro Administrativo Adaílton Martins, localizado na Avenida Oceânica, nº 520, ao lado do prédio da Caixa Econômica Federal
Fonte: https://www.facebook.com/Prefeitura-Municipal-de-Barra-dos-Coqueiros-431712500241076/

Como o corpo denuncia (de forma menos óbvia) o estresse

Ficou de repente com manchas brancas nas unhas? Este é um dos sinais



O estresse não é apenas sinal de falta de sono, de irritação ou de uma sensação descontrolada de fome. O estresse, na verdade, é sinal de um desregulamento total do organismo, um trampolim para a perda de saúde e qualidade de vida. O estresse é estar mal... dos pés à cabeça.

Embora existam sintomas que facilmente denunciam este estado, como a ansiedade e a incapacidade de ficar concentrado, o corpo é capaz de mandar sinais menos óbvios de que o cortisol está tomando o controle de todo o organismo. E um deles é o aparecimento de feridas nos cantos da boca, que demoram a cicatrizar e que podem impulsionar o aparecimento de herpes, por exemplo.

O site Healthista explica que isso acontece por conta da carência de vitaminas do complexo B, em particular a B6, que está diretamente ligada com o sistema nervoso e que se deixa manipular pelo hormônio do estresse, não sendo capaz de produzir os neurotransmissores serotonina e dopamina. O consumo de cenouras, carne de aves, ovos, peixe, ervilhas, espinafres, sementes de girassol, abacate, bananas, feijão, brócoles e cereais integrais pode ajudar a suprir esta carência e a promover uma cicatrização mais acelerada. O mesmo acontece com a vitamina B5, já que o bruxismo é mais um sinal claro de que o estresse tomou conta do corpo.

Uma vez que o estresse é capaz interferir diretamente com a capacidade do organismo absorver nutrientes, também os níveis de zinco ficam comprometidos em estados de maior tensão e isso pode causar manchas brancas nas unhas.

As alterações intestinais são também uma consequência direta do estresse, assim como, as gengivas inflamadas e sangrando, uma consequência do uso forçado do organismo de vitamina C para combater toda a tensão extra. 

E será que o aparecimento de espinhas duras nos ombros e nas coxas é também um indício de estresse? É sim e tudo por culpa do impacto do cortisol na ação da vitamina E, que fica incapaz de atuar.
fonte: http://www.noticiasaominuto.com.br

Governo quer mudar forma de distribuição de remédio para cortar gastos

Após fechar 400 unidades da rede Farmácia Popular, gestão Temer estuda alterar modelo de pagamento para farmácias particulares credenciadas



O Ministério da Saúde deve alterar o sistema de pagamento para farmácias particulares credenciadas ao programa Aqui Tem Farmácia Popular. De acordo com reportagem do jornal Folha de S. Paulo, o objetivo da medida é reduzir gastos.

No entanto, especialistas do setor avaliam que a mudança ameaça o futuro da iniciativa, que oferta medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto. Atualmente, há 30 mil estabelecimentos privados credenciados ao programa.

Atualmente, as farmácias cadastradas recebem reembolso do governo a cada produto distribuído, a partir de uma tabela de valores de referência pré-definidos para cada um deles. O ministro Ricardo Barros quer um novo cálculo, estabelecido segundo preço base no atacado e 40% de margem para cobrir os custos de aquisição e distribuição dos produtos.

"Se fizemos essa margem, economizaremos R$ 600 milhões ao ano", diz Barros. O programa, criado em 2004 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, custa R$ 2,7 bilhões.

No entanto, de acordo com o representante associação que reúne as redes de farmácias (Abrafarma), a conta não fecha. "Estão partindo de uma base que não está correta. Não consigo receber menos do que paguei para a indústria", afirma Sérgio Barreto.

Para o ex-ministro da Saúde Arthur Chioro, da gestão de Dilma Rousseff, vê a medida como retrocesso. "O Farmácia Popular não substitui o SUS. Ele foi pensado para dar retaguarda a usuários de planos que não têm garantia de cobertura de medicamentos, que tem peso significativo sobre o orçamento das famílias", afirma.

A gestão de Temer já fechou cerca de 400 farmácias da rede própria que mantinha no programa, o que surpreendeu muitos dos beneficiários do programa.
Fonte: http://www.noticiasaominuto.com.br/economia/478172/governo-quer-mudar-forma-de-distribuicao-de-remedio-para-cortar-gastos?utm_source=rss-economia&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

PROPRIÁ: Caramujos africanos tiram a paz dos moradores, do Prefeito e da vigilância epidemiológica da cidade.

"Caramujos africanos podem ser criadouros do mosquito da dengue e queremos que o prefeito  crie uma brigada contra os caramujos em Propriá," afirma a vereadora Dilma da Colônia. 

CARAMUJOS, ENCONTRADOS  NA RUA C, DO  BAIRRO  MATADOURO EM PROPRIÁ.
"A casca do caramujo africano (Achatina fulica) pode servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. Esses moluscos estão se proliferando no Bairro Matadouro em Propriá. Isso acontece porque, mesmo após a morte do molusco, a concha que ele carrega nas costas demora muito tempo para se degenerar, podendo acumular água de chuva. Para evitar esse problema, é preciso que o bicho seja eliminado e descartado corretamente. E o Prefeito da cidade precisas tomar as providências com urgência, que já foi requerida  pela Vereadora Dilma da Colônia, após denuncias dos moradores. 


Depois de serem encontrados no Bairro Matadouro, os temidos caramujos gigantes africanos, que são portadores de um verme que transmite pelo menos dois tipos de meningite, agora estão incomodando os moradores,  o Prefeito Municipal, assessores do prefeito e vereadores. 

Os moluscos estão também sendo vistos nos povoados e em outros bairros da cidade de Propriá. E em resposta a requerimento da Vereadora Dilma da Colônia e do vereador Jairo, que pede providências para acabar com a proliferação dos Caramujos, a Prefeitura através de sua assessoria epidemiológica, informou que não existia caramujo no Bairro Matadouro, logo após outro assessor, falou a verdade  na emissora de rádio local, informando que  existia o molusco no Bairro. 

Os vereadores da Cidade de Propriá, estão preocupados com a situação que pode se agravar se as providências não forem tomadas  corretamente, que pode prejudicar saúde dos moradores de Propriá.

“O prefeito precisa acionar os responsáveis pela limpeza e manutenção, e serem orientados e preparados para fazer a coleta de forma segura e eliminar os caramujos”, disse Dilma da Colônia

De acordo com as pesquisas, o caramujo é capaz de colocar até 600 ovos por ano e está se reproduzindo rapidamente. Eles estão utilizando as águas pluviais para se disseminar por todo o bairro. O acúmulo de lixo e entulho também favorece a reprodução do caramujo.

Como eliminar
O caramujo gigante africano é muito difícil de ser eliminado. Não há inseticidas eficientes para o combate. A recomendação do ABN é que as pessoas usem luvas para recolher o animal.

Os caramujos devem ser colocados em um balde e cobertos com cal de construção ou sal grosso.

Depois de mortos eles devem ser enterrados em um buraco com, pelo menos, 80 centímetros de profundidade, revestido com pedras e cal.

Que não quiser ter este trabalho pode levá-los até a Secretaria de Saúde  e entregar na portaria. Lá eles serão bem tratados. Já  que a assessoria do prefeito, afirma que o caramujo é um alimento para humanos.

VEJA O OFICIO DA PREFEITURA:









sábado, 18 de novembro de 2017

PROBLEMAS SEXUAIS FEMININOS

Problemas sexuais femininos





Durante a vida sexual é possível que a mulher apresente alguns problemas em relação ao exercício de sua sexualidade. A maioria das disfunções sexuais femininas pode ser tratada.
Os problemas mais comuns são:
  • Falta de desejo sexual;
  • Incapacidade em obter orgasmo – anorgasmia;
  • Dor durante a relação sexual – dispareunia;
  • Incapacidade em ter penetração vaginal – vaginismo.
A falta de desejo sexual feminino, também chamada da perda de libido, é o problema mais frequente e acomete entre 15% e 35% das mulheres. As causas são as mais diversas, como alterações hormonais (pelo uso de anticoncepcional), parto, amamentação, menopausa, disfunções hormonais e antidepressivos. É possível ainda estar relacionada ao cotidiano e ao estresse, além da dinâmica do relacionamento. Muitos casais acham que esse sintoma é falta de amor, quando na verdade o bem-estar dos parceiros no dia a dia da relação é determinante para a sintonia do casal. Mudanças na rotina podem afetar a comunicação entre os parceiros, gerando o distanciamento entre eles e incidindo em sua vida sexual.
Anorgasmia: a incapacidade em obter orgasmo é um problema muito comum nas mulheres. Mulheres que têm orgasmo por meio da masturbação não podem ser consideradas como portadoras dessa deficiência.
Do ponto de vista biológico, o orgasmo feminino é bem definido, existindo até imagens de ressonância nuclear magnética de uma mulher durante o orgasmo. Talvez a causa mais comum da dificuldade de atingir o orgasmo entre as mulheres seja o desconhecimento da anatomia feminina, além de se buscar uma dinâmica sexual confortável para elas, o que não é incomum. A sexualidade feminina foi tabu durante boa parte da história, e apenas muito recentemente tem havido maior abertura para que as mulheres sejam também sujeitos de desejo.
Expectativas irrealistas e a clara falta de comunicação entre os parceiros certamente contribuem para esse problema. A influência da pornografia no aprendizado sexual é também uma questão importante, ao tornar um universo fantasioso e muitas vezes irrealista como referência para homens e mulheres.
Dor durante a relação sexual ou dispareunia: é quando a mulher sente dor no ato sexual. A causa dessa disfunção pode ser corrimento, infecção vaginal, menopausa e distúrbios hormonais. Também pode estar relacionada à falta de desejo sexual, além da adoção de um ritmo inadequado para a relação sexual. A excitação é um elemento importantíssimo para a lubrificação vaginal, que permitirá uma relação prazerosa e sem dor.
Vaginismo: é a incapacidade de haver penetração sexual prazerosa para a mulher, com a contração involuntária dos músculos próximos à vagina. Caracteriza-se por um ciclo que envolve ansiedade, tensão e dor, sucessivamente. É importante não tentar mais a penetração e fazer uma consulta ao ginecologista, para avaliar as causas e tratamentos. A terapia em conjunto do casal pode trazer gradativo aumento da intimidade sexual, com enormes chances de cura.
Vídeo problemas sexuais femininos
Assista ao vídeo, clique aqui.
Fontes:

Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM 17.178 – SP

MRI study of the female genitalia, during orgasm, and after orgasm from Schultz WW et al. BMJ. 1999;319(7225):1596-600

Basson R, Berman J, Burnett A, et al. Report of the international consensus development conference on female sexual dysfunction: definitions and classific Jations. J Urol. 2000 Mar;163(3):888-93

Lindau ST, Schumm LP, Luamann EO, et al. A study of sexuality and health among older adults in the United States. New Engl J Med. 2007 Aug 23;357(8):762-74.

Basson R, Leiblum S, Brotto L, et al. Revised definitions of women’s sexual dysfunction. J Sex Med.2004 Jul;1(1):40-8
Laumann EO, Paik A, Rosen RC. Sexual dysfunction in the United States: prevalence and predictors. JAMA 1999 Feb 10;281(6):537-44

Laumann EO, Nicolosi A, Glasser DB, et al. Sexual problems among women and men aged 40-80 y: prevalence and correlates identified in the Global Study of Sexual Attitudes and Behaviors. In:Int J Imp Res.
2005 Jan-Feb;17(1):39-57

Municípios não conseguem cadastrar propostas do Cartão Reforma



Inúmeras foram as reclamações dos gestores municipais, relatando dificuldades para cadastrar propostas no Sistema Eletrônico do Programa Cartão Reforma. Em contato com o Ministério das Cidades (MCidades), a CNM esclareceu que as dificuldades são por causadas problemas técnicos e o prazo termina pouco a mais de um dia.

O sistema é gerenciado pelo MCidades, e as falhas impedem o cadastramento de propostas por parte dos Entes. A CNM alerta que a morosidade em solucionar o problema técnico pode trazer impactos negativos aos Municípios, inclusive a não apresentação de propostas dentre do prazo, que termina neste domingo, 19 de novembro. 

Em resposta a entidade, o ministério informou que está atendendo as dúvidas por e-mail. A CNM recomenda, que os Municípios registrem oficialmente suas dificuldades por meio do e-mail snh-dmh@cidades.gov.br.

Ao tomar conhecimento dos impedimentos, a CNM protocolou ofício no Ministério das Cidades solicitando a prorrogação do prazo, em virtude dos problemas técnicos do sistema. O documento protocolado na tarde desta sexta-feira, 17 de novembro, oficializa a informação que os Municípios não conseguiram cadastrar suas propostas. Até o final da tarde, o órgão ainda não havia se manifestado. 

Veja o ofício AQUI. 

Municípios recebem na próxima segunda-feira (20) mais uma parcela do FPM com queda de 7,23% em relação ao mesmo período de 2016


Na próxima segunda-feira, 20 de novembro, os Municípios recebem o repasse do segundo decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O montante transferido será de R$ 602.119.486,82, já descontada a dedução do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa que, em valores brutos, isto é, incluindo a dedução do Fundeb, o valor é de R$ 752.649.358,53.

De acordo com um levantamento feito com base em repasses anteriores do FPM, o segundo decêndio de novembro de 2017, comparado com mesmo período de 2016, apresentou queda de 7,23% em termos nominais, ou seja, levando em conta os valores sem considerar os efeitos da inflação. Por sua vez, o montante apresenta crescimento de 3,54% em comparação ao ano anterior quando são somados os dois decêndios.

Já o valor real do repasse do segundo decêndio de novembro em relação ao mesmo decêndio de 2016 representa queda de 9,51% quando são consideradas as consequências da inflação. Entretanto, o acumulado dos dois decêndios apontou crescimento de 1% em relação ao ano anterior.

DIA DO CONSELHEIRO TUTELAR

Parabéns para os Conselheiros Tutelares de Sergipe e do Brasil. O dia do Conselheiro Tutelar é celebrado no dia 18 de Novembro.


A função de Conselheiro Tutelar foi criada em Julho de 1990, juntamente com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Um Conselheiro Tutelar deve lutar pelos direitos das crianças e adolescentes da sua comunidade. Este cargo público implica exercer o papel de educador e orientador dos mais jovens, criando iniciativas que potenciem o desenvolvimento de crianças e adolescentes. Deve ter um apurado sentido de ética e determinação para gerir conflitos que possam aparecer durante o seu trabalho.

Um Conselheiro Tutelar faz parte de um Conselho Tutelar, um órgão permanente e autônomo, criado de acordo com o artigo 131 do ECA.

Para exercer esta tarefa de grande responsabilidade, os candidatos devem prestar uma prova de seleção. Os conselheiros são eleitos de três em três anos, pela comunidade do município onde o conselheiro vai atuar.

Em 2012 os Conselheiros Tutelares foram reconhecidos a nível legal, sendo que foi estabelecido que precisam de uma remuneração e formação contínua ao longo da carreira.

Ciência confirma: pessoas inteligentes vão dormir tarde, são bagunceiras e falam palavrão




Pessoas muito inteligentes costumam mudar sua visão de mundo diferentemente de pessoa que estão na média da pontuação de QI. Essa mudança inclui pensamento não convencional, agir e lidar com situações.

O que os pesquisadores conseguiram descobrir sobre pessoas inteligentes é o fato de que, quanto maior o seu QI, menos se preocuparam com inúmeros itens diários que parecem ocupar muito das pessoas como, por exemplo, arrumação, “observar seu palavreado’ e ir para cama cedo.
1 – Eles falam muito palavrão


Embora a sua habilidade particular sirva bem para julgar quando começar a soltar palavrões a torto e a direito, pessoas inteligentes certamente usam bastante palavrões. Acredita-se que uma pessoa que fala bastante palavrão não é muito inteligente, pois não têm condições de interagir de forma correta e compensam usando palavras de baixo calão.

Mas uma pesquisa recente mostra que a capacidade de produzir termos de baixo calão está intimamente ligada a um alto vocabulário e fluência. Isso desmascara o conceito de que a fluência razoável é correlacionada e determinada por palavrões. Pelo contrário, palavrões e insultos são influenciados pela alta fluência e vocabulário, uma coisa que homens e mulheres altamente inteligentes têm, sem dúvida.
2 – Estes são tipicamente notívagos



Pessoas inteligentes não podem ir dormir cedo. Em pesquisa realizada com jovens americanos, foi mostrado que, quanto maior o QI, mais tarde eles tendem a dormir.

A pesquisa mostrou que “as crianças mais inteligentes crescem para ser mais noturnas do que as crianças menos inteligentes”.

Os resultados mostraram que as crianças com QI menor de 75 irão para cama por volta das 23h41 nas noites da semana e as crianças com QI em excesso de 125 vão dormir às 00:29.
3 – Eles vivem em uma bagunça organizada

De agora em diante, você precisará perdoar uma mesa desordenada, porque pode ser de uma pessoa com alto QI. Um grupo de especialistas e cientistas psicológicos da Universidade de Minnesota descobriu que uma mesa desorganizada incentiva o pensamento criativo e encoraja novas ideias.

Um ambiente bagunçado também está relacionado com o fato de nos desligarmos de um pensamento ou atitude comum, portanto, dessa forma, pessoas de alto QI tem a capacidade de criar novos conceitos sobre coisas que não damos valor.

Portanto, na próxima vez que encontrar alguém inteligente, vá em frente e imagine-os tarde da noite em suas mesas bagunçadas, falando palavrão a torto e a direito e elaborando estratégias para a vida.
Fonte: https://maringapost.com.br/ahduvido/ciencia-confirma-pessoas-inteligentes-vao-dormir-tarde-sao-bagunceiras-e-falam-palavrao/

FBI informa que Brasil vendeu o jogo da Alemanha num esquema de corrupção


Informação do FBI que estão sendo levantadas nos EUA é o que o chefe da CBF ( Brasil ) preso pela Polícia Americana está envolvido no resultado do jogo entre Brasil e Alemanha. A histórica goleada na semifinal da Alemanha sobre a seleção brasileira pode ter envolvido milhões de dólares, onde cada jogador recebeu sua parte. Dentro de 30 dias será divulgado um balanço que poderá acabar com a vida profissional de muitos jogadores brasileiros reconhecidos pelos torcedores, afirmou o FBI. O esquema pode sobrar até para Rede Globo de Televisão.(texto sem correcção ou alteração)

“Dane-se o torcedor, vamos garantir o nosso. É melhor um na mão que dois voando” Segundo a FIFA uma frase que vai doer no coração dos brasileiros apaixonados por futebol.


Vários e-mails atualmente “denunciam” a venda desta Copa nas redes sociais. Os textos apresentam detalhes distintos, mas quase todos partem do mesmo autor: Gunther Schweitzer, o mesmo homem que denunciou a venda da Copa de 1998. Em alguns textos, Schweitzer é apresentado como diretor de jornalismo dos canais ESPN. Em outros, o nome aparece com o mesmo suposto cargo de 16 anos atrás: diretor da Rede Globo.

Além da troca de favores entre Brasil e Fifa, outra “questão” foi levantada nos últimos dias: a de que Neymar não teria efetivamente se lesionado na partida contra a Colômbia. Sites brasileiros e colombianos divulgaram imagens da chegada do atleta ao hospital de Fortaleza. Nelas, o paciente aparece com o rosto coberto e sem as tatuagens que o atacante possui no braço direito. Houve ainda quem adaptasse a história e afirmasse que Neymar simulou a lesão, pois foi o único que não concordou em vender a Copa à Fifa.

O jornal italiano “Corriere dello Sport” estampou na capa de sua edição desta sexta-feira que a Copa de 2002 teve resultados manipulados por árbitros, em favorecimento à Coreia do Sul. Entretanto, a manchete da publicação faz mais barulho do que sua reportagem.


O jornal afirma apenas que “um dia, talvez” as investigações sobre a Fifa descobrirão “ligações com a Copa do Mundo de 2002″, especialmente ao juiz equatoriano Byron Moreno, que teve arbitragem polêmica do jogo das oitavas de final contra a Itália, no qual mostrou cartões vermelhos e anulou um gol da Azzurra. O jornal lembra que o senador Raffaele Ranucci, chefe da delegação italiana naquele mundial, já havia denunciado possível favorecimento à Coreia do Sul, uma das sedes em 2002.

Na ocasião, os coreanos chegaram até a semifinal e eliminaram Portugal (fase de grupos), Itália (oitavas de final) e Espanha (quartas) – em jogos com polêmicas de arbitragem. O país sediou o Mundial junto com o Japão e terminou em quarto lugar.

A derrota por 2 a 1 para Coreia do Sul é lamentada até hoje pelos italianos. Na ocasião, o árbitro equatoriano Byron Moreno anulou um gol claro de Tommasi que daria a classificação à Azzurra – o lance aconteceu na prorrogação, numa época que o gol de ouro fazia parte do regulamento.

A Espanha também reclamou bastante. O árbitro egípcio Gamal Al Ghandour, o ugandês Ali Tomusange e o trindadense Michael Ragoonath, seus auxiliares, anularam dois gols legítimos, um de Fernando Morientes e outro de Iván Helguera, que dariam a vitória e a classificação aos espanhois para a semifinal da Copa. A Coreia do Sul, na época treinada pelo holandês Guus Hiddink, acabou beneficiada e conseguiu sua melhor campanha na história dos Mundiais com a classificação nos pênaltis.

Um dos focos das investigações da Justiça americana sobre o escândalo de corrupção na Fifa são transações comerciais em que a Rede Globo, da família Marinho, atua diretamente há décadas; parceira incondicional da Fifa desde o mundial 1970, a Globo é detentora da transmissão no Brasil de praticamente todos os eventos investigados pelo FBI: Copa do Mundo, Libertadores, Copa América e até a Copa do Brasil; o elo mais forte entre Globo e Fifa é o brasileiro José Hawilla, da Traffic Group, que assumiu os crimes de extorsão, fraude, lavagem de dinheiro e vai devolver US$ 151 milhões; além disso, J. Hawilla é dono da TV TEM, maior afiliada da Globo no país; apesar das ligações perigosas, a Globo se limitou a dizer, no Jornal Nacional, que “o ambiente de negócio do futebol seja honesto”; também afirmou que “sobre essas empresas de mídia não pesam acusações ou suspeitas”.

Segundo a polícia federal (FBI) e a receita federal americanas, as investigações na Fifa tiveram início por causa do processo de escolha das Copas do Mundo de 2018, na Rússia, e de 2022, no Catar, mas foi expandida para analisar os acordos da entidade nos últimos 20 anos.

A investigação atua em várias frentes. Sobre a compra dos direitos de transmissão o esquema funcionava basicamente assim: para ter contratos de direitos de transmissão de eventos organizados pela Fifa, como a Copa da Mundo ou Copa Libertadores, empresas de marketing esportivo pagavam propinas milionárias aos dirigentes da Fifa. De posse dos direitos de transmissão, as empresas revendia-os a grupos de comunicação do mundo todo. Só em relação aos direitos de transmissão da Copa América de 2015, 2019 e 2023, a Datisa, formada formada pela Traffic, do brasileiro J. Hawilla, e duas companhias sul-americanas, aceitou pagar US$ 352,5 milhões e mais US$ 110 milhões em propinas para os presidentes das federações sul-americanas. A Rede Globo comprou da Datisa os direitos de transmissão da Copa América no Brasil.

A empresa da família midiática mais rica do planeta não é citada nas investigações do FBI. Mas faz transações com a Fifa sobre transmissão de eventos esportivos desde o mundial de 1970. Em 2012, a Globo anunciou a compra dos direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2018, na Rússia, e de 2022, no Catar. Os valores dos negócios não são divulgados oficialmente.

Na época do anúncio, o presidente das Organizações Globo, Roberto Irineu Marinho, comemorou a compra da transmissão dos mundiais. “Por mais de 40 anos, a Globo e a Fifa desenvolveram uma parceria muito frutífera, que trouxe ótimos resultados para ambas as partes. Durante todos estes anos, a Fifa conseguiu fazer do futebol o esporte mais popular, com um grande público em todo o mundo, e a Globo se sente orgulhosa de ser parte desta história. Por esta razão, nós estamos orgulhosos de prolongar esta parceria’, afirmou Marinho.
J. Hawilla, parceiro dos Marinho

Entre a Fifa e a Globo aparece um elo de ligação que é peça chave nas investigações de corrupção das autoridades americanas: o empresário José Hawilla, dono da Traffic Group, maior empresa de marketing esportivo da América Latina.J. Hawilla, como gosta de ser chamado, confessou à Justiça dos EUA ser culpado pelos crimes de extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução da justiça – ele é o único brasileiro entre os réus confessos declarados culpados pela Justiça dos EUA. Ele se comprometeu a devolver US$ 151 milhões de seu patrimônio – US$ 25 milhões deste total já teriam sido pagos no momento da confissão. O mandatário da Traffic já foi classificado diversas vezes pela imprensa nacional como “dono do futebol brasileiro”.

A ligação entre J. Hawilla e a família Marinho inclui a transmissão de eventos esportivos de peso. A Traffic teve exclusividade na comercialização de direitos internacionais de TV da Copa do Mundo da Fifa no Brasil, em 2014. A empresa de J. Hawilla é a atual responsável pelos direitos de torneios como a Copa Libertadores, cujo direito de transmissão foi comprado pela Rede Globo.

Além relações perigosas no futebol, Rede Globo e J. Hawilla têm parceria comercial também nas Comunicações. Ex-repórter da área de esportes, ele se tornou afiliado da Rede Globo a partir da Traffic. Em 2003, ele fundou a TV TEM, no interior de São Paulo – hoje a maior subsidiaria do grupo, cobrindo 318 municípios e 7,8 milhões de habitantes, alcançando 49% do interior paulista. J. Hawilla também comprou, em 2009, o “Diário de S.Paulo”, mas vendeu o jornal logo em seguida.
Sonegação na Copa de 2002
A Rede Globo criou um “antecedente criminal” em sua relação comercial com a Fifa, intermediada por empresas como a Traffic. A emissora disfarçou a compra dos direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo de 2002, na Coreia do Sul e Japão, da qual o Brasil foi campeão.

A engenharia da Globo para disfarçar a operação envolveu dez empresas criadas em diferentes paraísos fiscais. Todas essas empresas pertencem direta ou indiretamente à Globo, segundo os documentos. O esquema funcionava de modo que o dinheiro para a aquisição dos direitos era pago através de empréstimos entre empresas pertencentes à Globo sediadas em outros países. Deste modo, a empresa brasileira TV Globo, não gastava dinheiro diretamente com a operação. Posteriormente, as empresas que detinham os direitos de transmissão eram compradas pela TV Globo.

“Essa intrincada engenharia desenvolvida pelas empresas do sistema Globo teve, por escopo, esconder o real intuito da operação que seria a aquisição pela TV Globo dos direitos de transmitir a Copa do Mundo de 2002, o que seria tributado pelo imposto de renda”, afirma em relatório do processo o auditor fiscal Alberto Sodré Zile.

A artimanha fiscal resultou na sonegação de R$ 183,14 milhões, em valores da época. Segundo a Receita Federal, somando juros e multa, o valor que a Globo devia ao contribuinte brasileiro em 2006 sobe a R$ 615 milhões.

Em 2013, o blog O Cafezinho divulgou 29 páginas do processo da Receita Federal contra a Rede Globo. O relatório divulgado comprova que as organizações Globo criaram um esquema internacional envolvendo diversas empresas em sedes por todo o mundo para mascarar a compra dos direitos da Copa de 2002. O objetivo principal seria o de sonegar os impostos que deveriam ser pagos à União em pela compra dos direitos (leia mais).
Via Bonner, Globo diz querer “futebol mais honesto”

A única manifestação da Rede Globo até o momento sobre o escândalo na Fifa foi um editorial lido por William Bonner no “Jornal Nacional” nessa quarta-feira, 27, quando a emissora ressaltou que apoia as investigações promovidas pela justiça americana.

“A TV Globo, que compra os direitos de muitas dessas competições, só tem a desejar que as investigações cheguem a bom termo e que o ambiente de negócio do futebol seja honesto. Isso só vai trazer benefícios ao público, que é apaixonado por esse esporte, e às emissoras de televisão do mundo todo, que como a Globo fazem um esforço enorme para satisfazer essa paixão”, acrescentou Bonner.

No “Jornal da Globo” desta quarta (29), também disse que “não pesam acusações ou suspeitas sobre as empresas de mídia de todo o mundo que compraram desses intermediários os direitos de transmissão”, caso da Globo.(APC:news)

Fonte: Rius.com.br / FIFA